quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Trinta e Quatro

Parabéns a mim. E vou fazer tudo o que quero hoje. Que bom. Tirando algumas pessoas que queria ter do meu lado não mudava mais nada. Rigorosamente nada.

domingo, 13 de novembro de 2011

Fosga-se


Descobri aqui.

Casa dos Segredos

Sempre que passo por ela, porque não tenho o hábito de a ver, lembro-me de ti e fico triste. Foda-se. Não sei se é do TPM mas fico mesmo, mesmo triste. O fim de ano ia ser o rebuçado. A alegria depois de um ano difícil, com obstáculos, com tantas desilusões, com tanta merda... Ia ser uma semana de descontracção, de amizade pura, de felicidade de manhã à noite. Com cães e gatos e pessoas que amo e lareiras acesas e passeios nos montes e comida boa e jogos divertidos e tanta coisa que nem consigo dizer todas. Puta que pariu. Não leves a mal por estar a ser egoísta. Desculpa. Mas agora que me sentei e pensei nisso fiquei tão triste. Se não te amasse tanto, juro que fazia uma birra. Mas como te amo muito, muito fico só triste. Porque queria estar contigo e agora já não vai ser possível. Enfim. Mesmo quando me apetece zangar-me contigo e chamar-te nomes, não consigo. Sinto-me mal por sentir alguma revolta agora que os planos mudaram, porque quero fazer parte de tudo na tua vida mesmo o que não concordo que faças. Vá. Pronto. É melhor parar com esta lamechice. Acho que é mesmo do TPM.   

Ajudem-me por favor

Como se coloca no nosso blog imagens dos tumblr com movimentos repetitivos? Alguém me explica por favor? Sou tão naba nestas coisas!!

Estou a sentir-me na merda.


sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Estou chocada. Se fosse familiar ou uma das vitimas tratava de fazer alguma coisa legalmente para nenhum destes dois voltar a pisar um



...estudio de televisão. Acho inacreditável como se pode gozar com esta situação.

Que nojo

Um gajo que foi julgado e condenado pela liderança de uma organização terrorista por matar 17 pessoas tem a cara de pau de vir tecer comentários para a comunicação social acerca dos políticos de hoje em dia. E da política de hoje em dia. E das novas gerações. PUTA QUE PARIU!

Waves

Planos

Eu vou-me casar com o meu gajo a 16/16/16 às 16:16. Até lá foram criados mais uns meses que isto da crise vai mudar muita coisa.

Comunicado

É só para dizer que discordo em absoluto com as greves da CP e demais empresas públicas. Daqui a um ano, quando forem quase todos despedidos porque é insustentável mante-los, e eu que trabalho para o privado digo já que não estou para sustentar pançudos do estado, já não me vou sentir tão mal. Não percebo porque em situações de crise em vez de sermos todos uns para os outros agimos exactamente uns contra os outros? É pena. Com este clima, gastronomia e mar temos quase tudo para sermos felizes todos os dias. Juro que sinto pena.
Pela primeira vez reparei nas pernas da Donatella Versace... Não gosto nada de ver "tornozelos de porco"! Com todo respeito pelo talento da senhora que não é pouco. Mas em vez de tanta operação plástica à cara podia apostar no oposto...

Era esta a motivação que precisava para voltar a praticar yoga

Intempérie

A caminho do trabalho passei pela ponte rente ao rio e, um pouco mais, as águas galgavam o cimento. E o vento e a chuva e o cinzento do dia deram-me uma paz tão grande. E fechei os olhos e apeteceu-me ali ficar: em cima do tabuleiro bem perto das águas a sentir cada gota, cada rajada de vento no corpo. Como gosto de mau tempo. Como me sinto bem no meio dele.

Estranhezas

O meu olho direito tremelica quando ouço alguém dizer: "A Britney Spears é o meu ídolo da minha infância".

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

As idas para o trabalho de manhã

Até tenho andado mansinha. Deixo entrar gente na fila quando tenho prioridade e sorrio e dou à mão e somos todos amigos. Tá-se. Mas fura filas irritam-me. Vem sorrateiramente, se nos distraímos avançam com tudo e no último momento ligam o pisca. Comigo não resulta minha gente. Tenho um carro de 21 anos portanto não tenho medo (fico de coração apertadinho só de pensar que podem estragar o meu Tamagochi!) acelero e fecho os olhos. E ficam todos zangados: esbracejam, gesticulam, gritam. Lamento. Normalmente calam-se quando se apercebem que até podem cortar os pulsos à minha frente que nem movo um músculo. Filhos de uma égua devem achar que o pessoal é todo manso... Nestas situações apetece-me sempre sair do carro e enche-los de chapada e pontapés (estão a ver o "Laranja Mecânica"?). Comigo vão atrás e é se querem.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Os meus adultinhos são os melhores...


“Morre lentamente quem não viaja, quem não lê, quem
não ouve música, quem não encontra graça em si mesmo.
Morre lentamente quem destrói o seu amor-próprio,
quem não se deixa ajudar.
Morre lentamente quem se transforma em escravo do
hábito, repetindo todos os dias os mesmos trajectos, quem
não muda de marca, não se arrisca a vestir uma nova cor ou
não conversa com quem não conhece.
Morre lentamente quem faz da televisão o seu guru.
Morre lentamente quem evita um paixão, quem prefere
o negro sobre o branco e os pontos sobre os “is” em detrimento
de um redemoinho de emoções, justamente as que resgatam
o brilho dos olhos, sorrisos dos bocejos, corações aos
tropeços e sentimentos.
Morre lentamente quem não vira a mesa quando está
infeliz com o seu trabalho, quem não arrisca o certo pelo
incerto para ir atrás de um sonho, quem não se permite pelo
menos uma vez na vida fugir dos conselhos sensatos.

Morre lentamente quem abandona um projecto antes
de iniciá-lo, não pergunta sobre um assunto que desconhece
ou não responde quando lhe indagam sobre algo que sabe.
Evitemos a morte em doses suaves, recordando sempre
que estar vivo exige um esforço muito maior que o simples
facto de respirar.
Somente a perseverança fará com que conquistemos
um estágio explêndido de felicidade”.

PABLO NERUDA.


Que noite...

Acordei às 4h da manhã com um pesadelo que me deixou de rastos. Dormi mal o resto da noite e quando voltei a adormecer, voltei ao sonho. Enfim, um inferno. E ao longo do dia a sensação de tristeza e pânico continua.

domingo, 6 de novembro de 2011

Variações

No fim de semana passado comi pela primeira vez este ano castanhas assadas. E souberam-me pela vida. Mas duvido que me saiba tão bem, a longo prazo, ficar contente porque liguei pela primeira vez o aquecimento central hoje. Quando chegar a conta do gás até aqueço...

Bola de Berlim

Há anos que não comia uma e ontem, gulosa, comprei uma. Esqueci-me dela e hoje, ao abrir o frigorífico, vi-a. Amarfanhei-a em segundos. E, não, não era disso que me lembrava. Martuska quero uma das tuas!!!

Ontem conheci o Ricardo Guedes e a Débora Montenegro

E são os dois muito simpáticos. Ele é tal e qual a publicidade da Multiópticas - acho que é da multiópticas - um homem normal, mas ela não parece o mulherão das publicações das revistas. É estranho. Parece uma mulher normalissima também. Quando vi a Merge Romero à uns 3 anos no CoimbraFashion em roupa interior fiquei de queixo caído: boa como o milho foi o que me passou pela cabeça. E o Vilela também me deixou de queixo à banda... O Ricardo e a Débora foram super profissionais, bem dispostos, solicitos e vestiram tudo o que lhes meteram nas mãos. Mas ficam giros juntos. Giros que se fartam.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Que dia...

Não parei um segundo e soube-me mesmo bem. Gosto tanto do meu trabalho. Gosto tanto de lidar com pessoas... (mesmo quando praguejo e lhes chamo nomes).

Muito bonito este texto sobre as minhas ilhas

"Viver os Açores é viver Portugal em forma de sonho. Um sonho que Sophia de Mello Breyner registou para sempre como um pedaço de terra onde o mar é maior. No arquipélago onde o mar é maior os seres humanos tornam-se mais humildes, perante a grandeza da dispensável mão do homem. Num verão onde somos mais do que nunca chamados à nossa identidade, como humanos e como país faz mais do que sentido descobrir umas das mais bonitas ilhas do mundo. Nos Açores crescem as Bellis Azorica, também conhecidas por margaridas, a espécie protegida pela Convenção de Berna e pela Directiva Habitats é única na terra."

Que descobri aqui.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Feriado

Cozinhar, comer, ver filmes, dormir no sofá, comer castanhas (hum que tinha umas saudades!!), ver mais filmes, e voltar a comer, etc... ah que maravilha!!!